Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bibliotecas Escolares de Alcochete

"Juntos aprendemos mais"

Bibliotecas Escolares de Alcochete

"Juntos aprendemos mais"

98º aniversário do nascimento do Prémio Nobel da Literatura José Saramago

Saramago.jpg

Hoje celebramos o 98º aniversário do nascimento de José Saramago!
Nasceu em 1922 na aldeia de Azinhaga, Golegã
A trajetória literária de José Saramago é bastante interessante pelos diferentes géneros que desenvolveu: da poesia ao teatro, do jornalismo à ficção.
Sua atividade como escritor iniciou-se em 1947, com o livro ‘Terra do Pecado’, Em 1966, lança ‘Os Poemas Possíveis’. Atuando como crítico literário e jornalista, passa a escrever no Diário de Notícias e a partir de 1975, passa a viver de literatura, primeiro como tradutor, em seguida, como autor.
Então, hoje é dia de celebrar o Prémio Nobel da Literatura lendo as sua obra. Entre seus livros mais importantes estão ‘O Evangelho segundo Jesus Cristo’, ‘Ensaio sobre a cegueira’, ‘A jangada de pedra’, ‘A viagem do elefante’.
Fica a sugestão!

Parlamento dos Jovens: um programa em livro

Os nossos alunos participaram neste debate da Sessão Escolar à Sessão Nacional

Parlamento dos JOvens em Livro.jpg

«Foi, pois, em boa hora que tomou o Senhor Deputado Porfírio Silva a iniciativa de se debruçar sobre o Programa Parlamento dos Jovens, e, em concreto, sobre a edição de 2017, dedicada, sob meu impulso, à Constituição da República Portuguesa, no rescaldo das Comemorações dos 40 anos da sua aprovação, que a Assembleia da República levou a efeito em 2016 com enorme sucesso.
(…) Uma edição que colocou a Constituição no cerne dos múltiplos debates que, em todo o Continente, Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, e além-fronteiras, envolveram milhares de jovens - debates com os quais o Parlamento e o Parlamento dos Jovens deram um enorme contributo para a defesa da democracia e da liberdade (que tanto custaram a conquistar).
Porque para defender a democracia precisamos de conhecer os instrumentos da democracia e precisamos de conhecer os direitos e os deveres que a Constituição nos confere, e não haverá melhor escola que o Parlamento dos Jovens.»

10 de novembro 1938: Noite de Cristal

O início do Holocausto

 

A noite de cristal foi um assalto generalizado a lojas e as casas de judeus que ocorreu por toda a Alemanha e também na Áustria segundo um plano de ação instigado e planeado pelo próprio partido nazi no poder, nomeadamente pelo ministro Goebbels, o ministro da propaganda, e que foi  levado a cabo na noite de 9 de novembro de 1938 pelas forças paramilitares nazis, as SA e as SS.

Ficou conhecida como a noite de cristal devido ao número de vidros partidos de lojas e montras que foram partidas e quebradas durante essa noite e que ficou como uma espécie de marca desse dia e dessa noite terrível. O pretexto oficial foi o assassinato de um diplomata alemão em Paris por um judeu. Tinha ocorrido uns dias antes e esse diplomata acabou por falecer precisamente nesse dia.

Mas na verdade a noite de cristal foi uma espécie de culminar de um longo processo de perseguição aos judeus que teve lugar na Alemanha e depois na Áustria e mais tarde em todos os territórios ocupados pelos nazis, e que teve o seu inicio logo após a subida ao poder de Hitler em 1933.

Inicialmente tratou-se de um primeiro conjunto de lei que impediam o acesso dos judeus ao funcionalismo publico e que cerceavam gradualmente uma série de direitos cívicos e, mais recentemente, uma perseguição mais aberta e declarada com confisco de bens, deportações para campos de concentração e expulsão do país de milhares de judeus.

É claro que as motivações  ideológicas e materiais por parte dos nazis têm a ver com questões de anti-semitismo primário deste partido e, sobretudo também, uma questão puramente material de confisco de tentativa de a apropriação dos bens e das riquezas dos judeus.

 

  • E qual foi o resultado desta noite de cristal?

O balanço desta noite foi terrível: calcula-se que duas centenas de sinagogas tenham sido destruídas durante essa noite e vários milhares – cerca de 7 mil lojas judaicas tenha sido destruídas, queimadas ou danificadas de alguma forma.

Seguiu-se um processo de perseguição com prisão e deportação de várias dezenas de milhares de judeus e sobretudo um impulso de puro terror para que os restantes judeus abandonassem a Alemanha.

Uma das questões que envolve esta noite é que de facto muitos dos judeus que tentaram abandonar a Alemanha não o conseguiam fazer porque não havia pais que os acolhesse. Por exemplo a Polónia recusou-se a abrir as fronteiras aos judeus e portanto pode-se calcular a situação dramática em que estas pessoas viviam.

Há quem considere que o holocausto não começou com a abertura do campo de Auschwitz mas que teve o seu primeiro passo precisamente nesta Noite de Cristal de 9 de novembro de 1938.

A Pérola de John Steinbeck

Concurso Nacional de Leitura 3.º ciclo - Fase de Escola

A-Perola.jpg

Livro selecionado para o Concurso Nacional de Leitura - 3.º ciclo, fase escolar

Baseada num conto popular mexicano, "A Pérola" constitui uma inesquecível parábola poética sobre as grandezas e as misérias do mundo tão contraditório em que vivemos. É, assim, a história comovente de uma pérola enorme, de como foi descoberta e de como se perdeu… levando com ela os sonhos bons e maus que representava, mas é também a história de uma família e da solidariedade especial entre uma mulher, um pobre pescador índio e o filho de ambos.

Sugestão de leitura - 1º ciclo - fresquinho fresquinho

 

banana.jpg

O diário de um banana 15: bater no fundo, Jeff Kinney

Os Heffleys fazem-se à estrada rumo às melhores férias de verão de SEMPRE, mas acabam por mergulhar numa aventura de loucos. E se achas que ficar preso num parque de autocaravanas muito duvidoso é o pior que lhes pode acontecer, estás bem enganado! Prepara-te para uma onda de CAOS!

O Greg é agora a última boia de salvação para que as férias não sejam um completo desastre. Das duas, uma: ou ele se põe a salvo, ou é desta que vai BATER NO FUNDO!

 

Boas leituras!

História Ilustrada do Rock

Sugestão Leitura 3.º ciclo

História do Rock.jpg

O título resume na perfeição o tema e a perspectiva escolhida para o abordar. O Rock, enquanto um dos géneros musicais mais importante e, qui ça, um dos mais democráticos do século XX, é aqui descrito na sua evolução através de breves textos e muita ilustração. Destacam-se figuras, álbuns, novos estilos e avanços técnicos, essenciais à mudança. Assim, o leitor acede a nomes basilares logo nas guardas iniciais e dali segue viagem. Beatles, David Bowie, Elvis Presley, The Roling Stones ou Nirvana são apenas alguns. A primeira parte do livro organiza-se por décadas, de 1950 ao presente. Depois surgem então outros tópicos, alguns dos quais surpreendentes, como a presença de mulheres no rock. Com nomes e números comprova-se que continuam a ser uma minoria, apesar de algumas serem nomes incontornáveis do género e da música em geral. Há ainda espaço para os festivais, editoras e meios de comunicação, tecendo assim um panorama de introdução ao tema muito completo. Texto e imagem, para além de entretecerem a informação com símbolos identitários do tema, conseguem lançar alicerces básicos para que qualquer leitor possa explorar, por si próprio, o universo do rock através de vários ângulos sem perigo de uma voz única. Até, em última instância, a estratégia enumerativa permite constatar eventuais ausências que promovem novas questões. Porque não tem Madonna o destaque de P.J. Harvey, que aparece depois? Ou ter o leitor algum tipo de expectativa que não vê plasmada no livro. Seja como for, esta selecção enciclopédica para iniciantes ajudará muito e bem todos os que por ela se interessem.

Resumo da responsabilidade do Plano Nacional de Leitura 2027

 

A Fera do Palácio de David Williams

Segestão de Leitura 2º Ciclo

Era do Palacio.jpg

Londres está em ruínas, o povo passa fome e a esperança é pouca. O príncipe Alfredo, um menino doente e apaixonado por livros, nunca deixou a segurança do Palácio de Buckingham. Mas... será que está mesmo seguro?

Nas horas mais escuras da noite, uma criatura assustadora percorre os corredores do palácio. É o Grifo, o Rei das Feras, que veio mudar a vida de Alfredo para sempre.

Quando a mãe de Alfredo, a rainha, é levada para a Torre de Londres, o rapaz tem de procurar dentro de si a coragem necessária para a salvar... e ao mundo inteiro! Viaja no tempo para uma aventura fantástica que te vai prender até á última página!.

 

Contactos

Email: be.aealcochete@sapo.pt

Pág. 2/2