Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bibliotecas Escolares de Alcochete

"Juntos aprendemos mais"

Bibliotecas Escolares de Alcochete

"Juntos aprendemos mais"

Leitura Secundário

Os guardiões do Louvre - Jiro Tanigouchi

Taniguchi instalou-se durante um mês no Louvre, em Maio de 2013, para se imbuir do espírito do santuário da arte. Um desenhador japonês de passagem por Paris visita o Museu do Louvre e encontra uns guardiões “misteriosos”, entre os quais a Vitória de Samotracia e artistas como Vincent Van gogh, Corot, Asai Chû descobrindo assim uma outra história do museu, vista a partir de um limbo onírico, entre o sonho e a realidade.

“É uma obra estranha, daquelas que convidam a uma aventura íntima e interior, que revoluciona a nossa relação com os grandes Mestres da arte.”
– Alexis Seny – Branchés culture

Melhor Argumentista e desenhador Angoulême 2003 e 2005.
Prémio Clássicos da Nona Arte Amadora BD 2015.

Sugestão de leitura - Era uma vez uma raiva

raiva.jpg

Era uma Vez uma Raiva, de Blandina Franco; Ilustração: José Carlos Lollo 

Era Uma Vez uma Raiva conta a história de uma raiva que começa pequenina e acaba por tomar proporções dramáticas.
Este livro mostra às crianças como as raivas e as birras são destrutivas e sem sentido e que, no fim, o sofrimento é maior se não controlarmos as emoções negativas.

Um livro que ajuda as crianças a compreender as suas emoções.

Se quiseres, também podes ouvir esta história contada por duas crianças. Fica aqui o vídeo:

In: Blogue Letra Pequena, jornal Público

Proposta leitura - Secundário

As lendas nórdicas sempre tiveram uma forte influência no universo de Neil Gaiman. Em Mitologia Nórdica, o multipremiado autor regressou às suas fontes para criar quinze contos relacionados com a grande saga dos deuses escandinavos, que inspiraram a sua obra-prima Deuses Americanos. Da génese do mundo ao crepúsculo dos deuses e à era dos homens, eles readquirem vida: Odin, o mais poderoso dos deuses, sábio, corajoso e astuto; Thor, seu filho, incrivelmente forte mas turbulento; Loki, filho de um gigante e irmão de Odin, ardiloso e manipulador... Orgulhosas, impulsivas e arrebatadoras, estas divindades míticas transmitem-nos a sua apaixonante - e muito humana - história.

Sugestão de leitura: "Tirem-me daqui..."

banana.jpg

"O Greg está metido num grande sarilho. A escola foi vandalizada e ele é o principal suspeito. Mas o que é incrível é que ele está inocente. Ou pelo menos em parte.
As autoridades estão a apertar o cerco.
Entretanto, uma tempestade de neve chega de surpresa e a família fica impossibilitada de sair de casa.O Greg sabe que, quando a neve derreter, terá de sofrer as consequências, mas haverá algum castigo pior do que ficar fechado em casa com a família durante as férias?"

Ficar fechado em casa com a família não é nada mau... pior é ficar em casa, fechado durante meses por causa de um vírus. Mas terás de ser tu a decidir...
 
Boas leituras!
 

Sugestão de Leitura 2.º ciclo

As Piores Crianças do Mundo de David Williams I e II

As-Piores-Criancas-do-Mundo I.jpg

As piores crianças II.jpg

Estás preparado para conhecer as piores crianças do mundo?
Apresentamos-te a Sofia Sofá – uma superviciada em televisão, tão colada ao sofá que quase se confunde com ele. Ou o João Babão – um rapaz cuja baba o mete em sarilhos tremendos numa simples visita de estudo. E não esqueçamos a Fiona, a Chorona – uma irmã mais velha do pior que só sabe berrar!

Sugestão de leitura: Viagem ao património português

património.jpg

Com o desconfinamento a decorrer em diversas fases, as famílias começam a pensar em sair de casa e a procurar lugares interessantes para visitar e preparam-se para agendar as suas férias. O sol, o calor e a vontade de estar ao ar livre já as faz querer viajar... e este ano é "cá dentro".

Um livro de Rita Jerónimo e Alberto Faria que é também um convite à descoberta de Portugal, à boleia de viagens em família, em sintonia com as férias e escapadelas possíveis para um Verão pós-confinamento.

"Os avós da Sara e do Tomás desafiaram os netos para uma viagem à descoberta do património cultural português reconhecido como Património da Humanidade pela UNESCO. Ao longo do passeio vão ficar a conhecer a Paisagem do Douro Vinhateiro, os Bonecos de Estremoz, o Convento de Cristo, o Fado, entre muitos outros tesouros do nosso país.

As ilustrações bem-humoradas de Alberto Faria, combinadas com o rigor e a criatividade do texto de Rita Jerónimo, tornam esta viagem inesquecível para leitores de todas as idades.

E no final, as observações divertidas e curiosas dos irmãos e as explicações simples, e cheias de sabedoria, do avô Zé e da avó Alice vão deixar saudades.

Afinal, a «saudade» é ou não é um património cultural imaterial português?"

Boas leituras.

In: Editora Fábula

Sugestão de leitura - O 1º direito

livro_1_direito.jpg

Autor: Ricardo Henriques / Ilustrador: Nicolau / Editora: Pato Lógico

“O que fazem as pessoas nos tempos livres?”, começa por perguntar uma menina que, ficamos a saber pouco depois, passa os dias à janela. Chama-se Graça e descreve assim as actividades dos seus pais: “A minha mãe passeia os cães dos velhinhos do bairro e o meu pai joga às cartas de fato de treino.”

E que faz ela? “Eu faço observação de pessoas.” Esta afirmação encima um plano, expressivo e esclarecedor, em que se vê a menina de costas, cotovelos no parapeito e cabeça apoiada na mão. Em frente, a vida na rua e nas casas, com muitas silhuetas a revelar o que se passa para lá das janelas transparentes.

Graça, que está numa quarentena forçada, mas… individual, fala-nos tranquilamente dos habitantes que já conhece e das suas profissões: uma hospedeira vaidosa (Miss Apertem os Cintos), “um músico mais ou menos famoso” (Roberto Raposa), um casal de advogados que tem “dois gémeos idênticos que choram em estéreo”, a Dona Camomila, que bebe chá, “dois jornalistas, um das palavras e outro dos retratos”.

Mas o que inquieta a menina é o vizinho novo. “No 1.º Direito mora um mistério. Deixei-o para o fim porque acabou de se mudar. Há uma semana que observo naquela janela um homem de ar sério, que passa os dias a olhar para o infinito.”

A sua imaginação fará com que acredite que planeia um assalto. Por isso muito se assustou quando viu a própria mãe dentro da casa do vizinho. Pouco antes, tinha concluído que o homem tinha uma arma.

In: Letra Pequena, blogue do jornal Público

Sugestão de leitura adultos/família

Os Testamentos - A sequela da História de Uma Serva - de Margaret Atwood

Finalmente a sequela de "A História de Uma Serva". A obra-prima distópica de Margaret Atwood, "A História de Uma Serva", tornou-se um clássico do nosso tempo cuja conclusão conhecemos nesta deslumbrante sequela. Quinze anos depois de "A História de Uma Serva", o regime teocrático da República de Gileade mantém-se no poder, mas há sinais de que está a começar a cair por dentro.

Neste momento crucial, os percursos de três mulheres radicalmente diferentes cruzam-se com resultados potencialmente explosivos.

Duas cresceram em diferentes territórios, separadas por uma fronteira: uma, a filha privilegiada de um Comandante de alta patente, em Gileade, e a outra no Canadá, onde acompanha ativamente os horrores praticados pelo regime do país vizinho.

Às vozes destas duas jovens, saídas da primeira geração que cresceu sob a nova ordem, junta-se a voz de uma terceira, uma mulher que é um dos carrascos do regime de Gileade, cujo poder se baseia nos segredos que foi reunindo sem escrúpulos e que usa de forma cruel. São estes segredos, há muito enterrados, que irão aproximar estas três mulheres, forçando-as a aceitarem-se e a defenderem as suas convicções mais profundas.

Considerado o "O evento literário do ano" pelo de The Guardian

 

Leitura secundário

BD - O Legado de Júpiter - Livro 1: Luta de Poderes

Chloe e Brandon são filhos dos maiores heróis do mundo.
Será que estão à altura do seu legado?

Em 1932, a busca por uma misteriosa fonte de energia e poder leva Sheldon Sampson, bem como o seu irmão Walter e um pequeno grupo de companheiros, numa viagem arriscada a uma estranha ilha perdida. Décadas mais tarde, Sheldon e Walter tornaram-se em super-heróis celebrados por todo o mundo. Mas uma nova geração de super-humanos tem de seguir os seus passos, e a missão anuncia-se difícil... sobretudo quando dois lados da família iniciam uma luta terrível pelo poder. Quanto tempo poderá o mundo sobreviver a uma guerra entre seres super-poderosos?

 

Contactos

Email: be.aealcochete@sapo.pt